Em 2003, a SENAES e o Fórum Brasileiro de Economia Solidária (FBES) assumiram a tarefa de realizar um mapeamento da Economia Solidária no Brasil, com o objetivo de proporcionar maior visibilidade e articulação à Economia Solidária e de oferecer subsídios à formulação de políticas públicas.

O primeiro mapeamento foi realizado em 2005, registrando em sua primeira etapa aproximadamente 18 mil empreendimentos. Em 2007, a base de dados foi ampliada com um mapeamento complementar, chegando-se a quase 22 mil empreendimentos em todo o Brasil. O segundo mapeamento foi realizado entre 2010 e 2013 e abrangeu, como mencionado, os Empreendimentos Econômicos Solidários (EES), as Entidades de Apoio e Fomento (EAF) e as políticas públicas de Economia Solidária (PPES).

O mapeamento deu origem ao Sistema de Informações em Economia Solidária (SIES), permitindo que milhares de EES de base coletiva e autogestionária fossem identificados e caracterizados. O SIES veio preencher uma lacuna em termos de conhecimento sobre a realidade da Economia Solidária no Brasil, tornando-se importante instrumento para o planejamento de políticas públicas e permitindo a ampliação do reconhecimento e dimensionamento de uma realidade social e econômica até então não captada pelas pesquisas oficiais no Brasil.

Para maiores informações e dados do primeiro mapeamento  acesse a página do SIES.

Para saber mais sobre os dados do segundo mapeamento acesse a nossa página de Resultados.